A Felicidade Corporativa

A Felicidade Corporativa é daquelas coisas que deveriam estar nos primeiros lugares da lista de desejos para o novo ano. Afinal é no trabalho que passamos grande parte do nosso tempo.

Em termos médios uma pessoa passa quase 80.000(!) horas no trabalho em toda a sua vida. É bom que essas horas todas sejam passadas num bom ambiente, não acha?

Até porque, um estudo da Harvard Business Review concluiu que os colaboradores mais felizes são 31% mais produtivos, 85% mais eficientes e 290% mais abertos à inovação!

Mas o que é isso de Felicidade Corporativa?

Nunca se falou tanto deste termo como agora. Parece que é moda, mas não é. A Felicidade Corporativa é um conceito que veio para ficar e deve constar nas prioridades de qualquer departamento de Recursos Humanos ou de qualquer gestor.

Podemos definir Felicidade Corporativa como um estado emocional dos colaboradores que durante o seu trabalho vivem experiências positivas.

Dessa forma, quando são oferecidas experiências benéficas para o seu bem estar os colaboradores ganham motivação e entusiasmo para o desempenho do seu trabalho, com óbvios impactos nos resultados.

Em resumo é fazer com que o trabalhador acorde, todos os dias, com vontade de ir trabalhar, pois sabe que vai para um local onde está garantido o seu bem-estar físico, mental e financeiro.

Porque é tão importante a Felicidade Corporativa?

Não é segredo para ninguém que damos sempre mais de nós em ambientes agradáveis, verdade? Por outro lado a desmotivação e a falta de empenho estão relacionadas com ambientes tóxicos e impróprios para gerar bem-estar.

Imagine um ambiente de trabalho limpo de quaisquer deslealdades e injustiças, sem pressões emocionais injustificadas, onde reina a entreajuda, o companheirismo e a mentalidade de todos juntos a remar para o mesmo lado. É isto!

A Felicidade Corporativa permite:

    • a retenção de talentos 
    • o aumento da motivação
    • o aumento da produtividade
    • a diminuição do absenteísmo
    • um maior entusiasmo
    • um espírito de equipa
    • uma maior qualidade de vida no trabalho
    • a promoção ao bem-estar mental, físico e financeiro
    • uma melhoria do clima organizacional
    • enraizar a cultura da empresa.

Quem não deseja trabalhar num ambiente assim?

 

O que cria a Felicidade Corporativa?

Já vimos a sua tremenda importância. Assim, vamos ver agora que fatores podem desencadear um sentimento de Felicidade nos trabalhadores:

  • desenvolver práticas de reconhecimento
  • criar laços de relações interpessoais
  • promover a flexibilidade
  • garantir a autonomia
  • fomentar o sentimento de confiança
  • respeitar a individualidade de cada um
  • comunicar eficientemente e assertivamente
  • oferecer a melhor qualidade de vida

 

Como podem as empresas promover a Felicidade no trabalho?

Primeiramente quero realçar que a eficaz promoção da Felicidade Corporativa não cabe unicamente à empresa. Sendo um bem comum, todos e cada um dos membros da organização devem ser responsáveis pela promoção das boas práticas. No entanto, de nada serve as boas intenções dos colaboradores se a empresa não estiver ativa no desenvolvimento e promoção da Felicidade Corporativa.

O bem estar no trabalho vem de um único lugar: uma cultura positiva!

Então e como podem as empresas fazer isto? Com pequenas coisas. São pequenos pormenores que por vezes podem obrigar a alterações de paradigma na gestão, mas que fazem toda a diferença nos resultados da empresa:

1- Promova conexões sociais no trabalho

Vários estudos indicam que as conexões positivas no trabalho trazem resultados altamente positivos. Tanto no desempenho das suas funções enquanto profissional, como mesmo no seu bem-estar pessoal. Por exemplo as pessoas adoecem menos vezes, recuperam mais rápido de cirurgias, aprendem mais rápido. 

2- Demonstre empatia

Os colaboradores – todos – sentem um grande impacto perante a forma de estar, de ser e de agir dos seus líderes e chefes. Um estudo realizado a partir de imagens cerebrais concluiu que, os funcionários mostravam uma ativação aumentada em áreas do cérebro associadas às emoções negativas quando se lembravam de um chefe que havia sido indelicado.
Por outro lado, quando se lembravam de um chefe simpático espelhavam no seu cérebro as emoções positivas.

3- Faça o possível para ajudar

Quando um líder, de forma inesperada, ajuda um colaborador, este ganhará um sentimento de lealdade para com o líder que se manterá para sempre. Além disso, passará também essa lealdade para com os outros colegas.

4- Garanta experiências positivas ao colaborador
  • promova a diversidade
  • desenvolva um plano de compensação ideal
  • fomente a flexibilidade
  • agradeça aos seus colaboradores
  • entregue todas as ferramentas de trabalho necessárias
5- Invista no desenvolvimento dos colaboradores

É preciso investir em formação e desenvolvimento de capacidades em todos colaboradores na empresa, incluindo nos seus líderes. Afinal, todos nós nos sentimos mais realizados e felizes quando percebemos que estamos a evoluir e a desenvolver.

6- Ofereça Bem-Estar

No fundo é isto mesmo: criar um clima favorável à vontade da pessoa ir trabalhar, dando todas ferramentas necessárias e permitindo que a mesma se sinta valorizada e recompensada, com um equilíbrio favorável entre a sua vida profissional e pessoal.

Um empresa não se deve contentar pelos seus trabalhadores estarem na empresa apenas a cumprirem o seu horário. Deve fomentar a Felicidade Corporativa.

Por vezes é necessária uma mudança de cultura e de estratégia de como a empresa vê e trata o seu património mais precioso: as pessoas. O foco deve estar virado para o seu bem-estar, para a sua qualidade de vida. 

A empresa ganha -e muito- ao incentivar os seus colaboradores para as boas práticas de sono, de alimentação saudável, de exercício físico, de meditação e de tempo para a família e amigos.

Assim, investir em felicidade é não só possível, como um meio eficaz de trazer um elevado retorno para a empresa, proporcionando métodos de colaboração entre todos os membros da organização.

Em resumo o trabalhador deve sentir que a sua felicidade é uma prioridade da sua empresa. Dessa forma ele irá retribuir vestindo a camisola da empresa e acordar todos os dias com vontade de ir trabalhar!

One thought on “A Felicidade Corporativa

  1. Pingback: Flexibilidade e Autonomia no Trabalho. Vantagens - Corp Training

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

×